Quinta-feira, 11.12.08

2008 Shortlist #1

É chegado o tempo de começar a rever o ano de 2008, revisão que será feita segundo o critério dos discos que acredito continuar a ouvir daqui a 3 ou 9 anos, esperando que assim se acabe por chegar àqueles que considero serem os mais relevantes e melhores do ano.
Sem nenhuma ordem especial, o primeiro tomo da saga leva-nos a discos que saíram nos primeiros meses do ano e tem a seguinte constituição:

Sweet Talk - Spiritualized
"Songs In A&E" (2008)
Machine Gun - Portishead
"Third" (2008)
Ragged Wood - Fleet Foxes
"Fleet Foxes" (2008)
Gobbledigook - Sigur Rós
"Með suð í eyrum við spilum endalaust" (2008)


Putos a Roubar Maçãs, Dead Combo
"Lusitânia Playboys" (2008)
publicado por Olavo Lüpia às 01:22 | link do post | comentar | feedbacks (2)
Terça-feira, 02.12.08

Novidades em vídeo - Portishead

Na semana passada, o Stereogum estreou o novo vídeo dos Portishead para a hipnótica Magic Doors. Vale bem a pena reproduzi-lo por aqui.


Magic Doors, Portishead
"Third" (2008)

Realização: John Minton
publicado por Olavo Lüpia às 12:39 | link do post | comentar
Segunda-feira, 09.06.08

Portishead Vs Radiohead

The Rip - Portishead
"Third" (2008)


The Rip, Radiohead (Thom Yorke & Jonny Greenwood) [at ease web]
publicado por Olavo Lüpia às 12:00 | link do post | comentar | feedbacks (1)
Quinta-feira, 17.04.08

Portishead@Portishead

Para quem viu o concerto dos Portishead e para quem não viu, para quem não conhece "Third" e para os outros, um filme de cerca de 35', com gravações ao vivo dos de Bristol de 7 músicas do novo disco: Silence, Hunter, We Carry On, The Rip, Machine Gun, Magic Doors e Threads, por esta ordem.


publicado por Olavo Lüpia às 18:16 | link do post | comentar
Quarta-feira, 19.03.08

Novidades (Vídeo) - Portishead

Aí está o vídeo para a intensidade brutal de Machine Gun.

Machine Gun, Portishead
"Third" (2008)
publicado por Olavo Lüpia às 15:14 | link do post | comentar
Terça-feira, 11.03.08

Sob o efeito de hipnóticos.../Novidades


11 anos depois do último de originais, 11 depois da sede de se ouvir qualquer coisa nova vinda dos de Bristol. Como primeira impressão diga-se que não há singles mais fáceis em "Third": não há Glory Box, Roads, OnlyYou, All Mine, etc.
A veia jazzy rende-se ao experimentalismo, num disco que até começa em português (do Brasil), na espiral dramática de nome Silence. A ouvir e a dissecar, pelas variadas opções curiosas e pontos de interesse que uma avaliação prematura não consegue absorver.


Magic Doors, Portishead
"Third" (2008)
publicado por Olavo Lüpia às 11:37 | link do post | comentar | feedbacks (1)

pesquisar neste blog

 

subscrever feeds

Rock Stock

Bichos Protegidos da Serra da Malcata

posts recentes

tags