o irmão do meio a 31 de Janeiro de 2007 às 14:38
… é uma constante nos seus filmes a sua própria e enorme colecção de vinil!!! Servir de banda sonora para os seus trabalhos de cinema.
Tenho um duplo Cd do gajo, que compila o seu jazz preferido, ao longo dos seus vários filmes. Mais ainda, o duplo Cd é ao preço da chuva…e sim, o django, é uma constante na sua obra.
Por falar nos inícios do jazz, não sei porquê, lembrei-me de um grande maluco. Gene krupa….

Fica sereno e fica bem.

Xau xau, abraço.

Comentar:

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres