Anónimo a 4 de Fevereiro de 2007 às 01:57
Primeiro: este encore é um sonho, pela irreverência e pela banda que é...

Segundo: não posso deixar de me lembrar da história da primeira actuação a solo de Peter Murphy em Portugal, onde no concerto do Coliseu do Porto, ao fim de vários encores, apareceu de viola na mão na pala do edifício para a rua Passos Manuel e cantou mais uma música para o povo que saía da sala e assim interrompeu o trânsito na rua...

Ass. O Maquinista

Comentar:

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres