5 feedbacks:

Sãozinha a 15 de Maio de 2008 às 13:05
Não está nada mau não senhora.
Nuno Guronsan a 15 de Maio de 2008 às 19:21
É de facto uma enorme conquista visual dos genes humanos, não podia concordar mais, Olavo.

Quanto à voz... acredito que sussurrada e no meio de alguns lençois, se tornasse sem dúvida uma das mais impressionantes conquistas auditivas da humanidade...

Abraço.
binhó a 16 de Maio de 2008 às 16:51
Sim, como conquista visual não nos sobra grande discordância. Já quanto à voz... pá... eu diria somente isto: o disco só foi gravado, por causa da presença da Scarlett. E o disco só teve atenção do meio musical, porque as versões são do Senhor. Caso contrário, nem para a história ficava. É que, em boca verdade, o álbum é duma pobreza franciscana gritante...
Olavo Lüpia a 16 de Maio de 2008 às 20:32
caríssimos,
acho que este é o primeiro post deste tasco em que eu critico alguém com alguma severidade, mas senti que tinha que o fazer, já que também eu, neste tasco - e na sua microscópica proporção -, tinha contribuído para o hype à volta do disco (basta seguir a etiqueta com o nome do álbum no final do post acima).

acho que o pior de tudo é mesmo este vídeo do Falling Down. o que é aquilo? a ligeira angústia da movie/pop star no meio do glamour de que a vida é feita?!... com uma canção com aquela letra como pano de fundo?
mais uma vez, safa-se a starlet... e ela safa-se sempre bem!... até com um gorro de lã vermelho a cobrir metade da cabeça...

abraços.
Sigridur Johansson Sr. a 19 de Maio de 2008 às 12:16
Isto é mauzinho, é. Mauzinho, não: isto é mau. E irritante. E pode, nalguns casos, ser motivo de ultraje à obra de outrém. Provavelmente quem lhe disse que era boa cantadora terá sido quem lhe disse, em idos tempos "és feia como um bode".