7 feedbacks:

Anónimo a 8 de Fevereiro de 2007 às 22:10
fan #1 de atdi aqui, mas atdi não tem nada a ver com machismo ou testosterona, eles até diziam que o mosh foi inventado pelos gajos grandes para ficarem á frente nos concertos e mandarem as miúdas e os mais fracos fisicamente lá para trás. tens tb o video da invalid litter dept sobre a exploração e massacre de mulheres na zona da fronteira usa/mexico. talvez queriras associar o macho pelo lado mais "agressivo" da musica, mas mesmo assim tb acho que não é das melhores bandas para pores nesta categoria, acho mesmo que nao tem nada a ver.

pedro
Olavo Lüpia a 9 de Fevereiro de 2007 às 11:41
Pedro,
não estarás a racionalizar muito os teus argumentos perante uma pessoa que faz este blog em notória capitis diminuto?!...
Abraço.
o irmão do meio a 9 de Fevereiro de 2007 às 14:44
e estava mesmo para te dar os parabens pelo som.Para um blog alternativo, com requinte, senso e bom gosto,e de dificil compreensão e tolerancia para pessoas que gostam de André Sardet e afins; gostei da abertura que deste ao som mais pesado, risco que assumiste...mas que faz a felecidade de gajos como eu...sim, porque eu sou MUITO MACHO....gosto deste som muito macho.....ainda ontem vim aqui ao teu blog, mesmo quando tinha acabado de por rolos no cabelo, e pintado as unhas.....e fiquei muito contente...

bem agora tenho que por uma mascara facial de pepino na cara estou atrasado....fica bem.....

continua a por assim um som muito macho de quando em vez....
Olavo Lüpia a 9 de Fevereiro de 2007 às 15:37
Eu já aqui havia dito que o Irmão do Meio é o maior rocker que eu já conheci?
Pá, um destes dias vais levar com um post dedicado a ti com Cult (era Sonic Temple - Ceremony).

ó Pedrito,
tu lembras-te de um amigo nosso que, ao som de uma música dos Rammstein, nos disse: "esta letra é espectacular. É sobre um pai a sodomizar a filha!"?! Que grande momento de humor!
Anónimo a 9 de Fevereiro de 2007 às 18:01
correndo o risco de parecer um fã de andré sardet, que põe rolos no cabelo,e pinta as unhas, continuo a achar que atdi não tem nada a ver com o rock macho, o que quer que isso seja... quando penso em rock macho, penso em kiss, motley crue, guns, etc não penso em atdi,que não tem nada a ver com essas bandas, e não tou fazer juízos de valor sobre o valor, qualidade whatever dessas bandas. não estou a racionalizar argumentos, acho mesmo q atdi não tem nada a ver com "rock macho", pelo menos na maneira como vejo as coias. acho q o meu ponto de vista era, é facil de perceber. se calhar ganhava mais em tar calado.
pedro
Olavo Lüpia a 9 de Fevereiro de 2007 às 20:34
"Este blog é muito macho!..."
Nunca pensei que uma parvoíce como estas, que até foi inventada late night, estava eu ébrio (e isto é verdade!), fosse despoletar 2 concepções filosófico-existencialistas do rock pesado.
Acho mesmo que o post de 17.12.2006 explica, singelamente, tudo.

A este tasco só falta mesmo essa gigante figura mítica avense,o Piruta, para dizer:
«"Pobo", isto é tudo no ponto do ser do bom "cumbíbio"!»

Ainda por cima quando, pelo que me parece, o "pobo" até gosta bastante de At The Drive-in...
Lê-mos a 10 de Fevereiro de 2007 às 19:45
Pedro,

olha...

...tens de ter mais calma...

É a roupa nova que dá cabo de ti.