Quarta-feira, 24.03.10

Decomposing Composers #19/Palavras para quê? (XXIX)/Novidades

 

Woodpiles On The Side Of The Road -  Jack Rose

"Luck In The Valley" (2010)

publicado por Olavo Lüpia às 00:53 | link do post | comentar | feedbacks (2)
Sexta-feira, 14.08.09

Decomposing Composers #14/Palavras para quê? (XXVIII)/Porque hoje é sexta...

Les Paul
[09.06.1915-13.08.2009]

Jazz me Blues (1951)
Josephine (1951)
Carioca (1952)
publicado por Olavo Lüpia às 07:00 | link do post | comentar
Segunda-feira, 03.08.09

Blue Mondays.../Novidades/Palavras para quê? (XXVII)




Prelude: Light No Lamp When The Sun Comes Down

Over Her Shoulder

Coda: Light No Lamp When The Sun Comes Down

Joe Henry, "Blood From Stars" (2009)

publicado por Olavo Lüpia às 03:12 | link do post | comentar
Quinta-feira, 18.06.09

Novidades/Palavras para quê? (XXVI) - Allen Toussaint



O novo disco de Allen Toussaint, sucessor de "The River in Reverse" (2006), em parceria com Elvis Costello, é um disco quase exclusivamente instrumental, com a inclusão de temas de Sidney Bechet, Django Reinhardt, Thelonious Monk ou Duke Ellington.
Para a obra, Toussaint e Joe Henry, produtor, juntaram um grupo de instrumentistas de formação jazz, mas que não tocassem apenas esse estilo de música: na guitarra, Marc Ribot; Don Byron no clarinete; no trompete, Nicholas Payton; e na secção rítmica, David Piltch, no baixo, e Jay Bellerose na bateria. Como convidados, regista-se ainda as presenças pontuais de Brad Mehldau e Joshua Redman.
É um disco jazz bem divertido, a evocar as paisagens sulistas dos Estados Unidos (desde logo, New Orleans, origem de Toussaint), com uma boa escolha de repertório e da banda, e um excelente gosto no seu tratamento, ao qual o 'dedo' de Joe Henry não será alheio.
Allen Toussaint, "The Bright Mississippi" (2009)
publicado por Olavo Lüpia às 10:20 | link do post | comentar
Quarta-feira, 03.06.09

Palavras para quê? (XXV) - Blind Willie Johnson Vs Kronos Quartet



Dark Was The Night - Blind Willie Johnson, 1927
Dark Was The Night - Kronos Quartet, "Dark Was The Night (compilação)", 2009

publicado por Olavo Lüpia às 14:15 | link do post | comentar | feedbacks (1)
Sexta-feira, 29.05.09

Porque hoje é Sexta.../Palavras para Quê? (XXIV)


Sing, Sing, Sing, Benny Goodman and His Orchestra (com Gene Krupa na bateria)
[excerto do filme "Hollywood Hotel" (1937)]

Swingtime in the Rockies (1936)
Roll'em (1937)
Bach Goes to Town (1938)
Henderson Stomp (1940)


[Adenda (30.05.2009, 23h): reparo agora que hoje - data que escrevo esta nota - se cumpre o centenário do nascimento de Benny Goodman.]
publicado por Olavo Lüpia às 07:00 | link do post | comentar | feedbacks (3)
Segunda-feira, 16.03.09

Blue Mondays.../Palavras para quê? (XXIII)/Novidades


Hands Swolen With Grace
A Quietly Gathering Tragedy
How Could You Let Me Go
Dakota Suite, "The End Of Trying" (2009)
publicado por Olavo Lüpia às 11:59 | link do post | comentar | feedbacks (1)
Quinta-feira, 29.01.09

Palavras para quê? (XXII)


Mysteries Of Life
Thom's Night Out
I'm Very Sad
Clogs, "Thom's Night Out" (2001)
publicado por Olavo Lüpia às 02:09 | link do post | comentar
Terça-feira, 20.01.09

Palavras para quê? (XXI)


Fotografia: Jill Greenberg

Dog On Fire - They Might Be Giants
publicado por Olavo Lüpia às 12:00 | link do post | comentar | feedbacks (2)
Terça-feira, 30.12.08

Palavras para quê? (XX)

Tom Waits - António Pinho Vargas
"As Folhas Novas Mudam de Cor" (1987)


Tom Waits, António Pinho Vargas
(Performance ao vivo no Centro Cultural de Belém, Lisboa, 05.07.2008)
publicado por Olavo Lüpia às 05:22 | link do post | comentar
Domingo, 21.12.08

Palavras para quê? (XIX)/Domingo no mundo


Sunday - Nick Drake
"Bryter Layter" (1970)
publicado por Olavo Lüpia às 18:16 | link do post | comentar | feedbacks (1)
Terça-feira, 12.08.08

Novidades - Mogwai/Palavras para quê (XVIII)


Batcat

The Sun Smells Too Loud
Mogwai, "The Hawk Is Howling" (2008)

É em finais de Setembro que sai o novo dos experimentalistas pop/rock Mogwai, o sucessor de "Mr. Beast" (2006), um disco que tem, para já, criado alguma sensação pelos títulos das músicas: para além de The Sun Smells Too Loud, também temos, a abrir o alinhamento, I'm Jim Morrison, I'm Dead, mais à frente Scotland's Shame, Thank You Space Expert e o mais sugestivo I Love You, I'm Going To Blow Up Your School .
Por aqui, espera-se...
publicado por Olavo Lüpia às 17:48 | link do post | comentar
Terça-feira, 18.03.08

Palavras para quê? (XVII)


Os The Astonishing Urbana Fall (TAUF) - provavelmente, o nome mais foneticamente porreiro de sempre da música portuguesa - formaram-se em Barcelos em 1995, sendo um dos impulsionadores daquilo a que qualquer crítico musical gostaria de chamar a "cena de Barcelos" dos anos seguintes - onde também pontificaram, entre outros, os (entretanto extintos) Kafka.
No entanto, apenas na segunda metade de 2006 os excelentes músicos dos Urbana Fall viram a luz de um primeiro long play, pela etiqueta Bor Land, e já com o actual nome La La La Ressonance, "Palisade".
Aqui ficam três fantásticos temas desse disco:

Zed for Zebra
Forest With Brook
A Night at The Hopper's

[Por falar em Bor Land, a editora disponibiliza o download gratuito de uma compilação (2005) de talentos da casa, como Old Jerusalem, TAUF, Carlos Bica, Alla Pollaca, München, Ölga, Kafka ou Alexandre Soares & Jorge Coelho, entre outros.]
publicado por Olavo Lüpia às 15:12 | link do post | comentar
Sexta-feira, 28.12.07

Palavras para quê? (XVI)/Decomposing Composers #4

Oscar Peterson
(15.08.1925-23.12.2007)

How About You - The Oscar Peterson Trio
"A Jazz Portrait of Frank Sinatra" (1959)

Something's Coming - The Oscar Peterson Trio
"West Side Story" (1962)

C Jam Blues - The Oscar Peterson Trio
"Night Train" (1962)

Windmills of Your Mind - The Oscar Peterson Trio
Walking The Line" (1970)

publicado por Olavo Lüpia às 00:32 | link do post | comentar
Sexta-feira, 07.12.07

Porque hoje é Sexta.../Palavras para quê? (XV)


(este blog sente que ficou preso num filme de Woody Allen)

Proponho-vos recuar uns bons anos até ao irresistível swing e rag de Sidney Bechet, compositor e solista, no clarinete ou no sax soprano, nascido no berço do jazz e do blues, New Orleans, em 14 de Maio de 1897. Viveu exactamente 62 anos. E digo exactamente porque Bechet morreria no dia do seu 62.º aniversário, em Paris, vítima de cancro.
O maravilhoso site jazz on line é uma verdadeira antologia do estilo musical e há por lá muitos tesourinhos, nada deprimentes como vão poder ouvir, a começar pela boa onda contagiante da sugestivamente apodada Shag...

Shag - Sidney Bechet & The New Orleans Feetwarmers
(1932)

Polka Dot Rag - Sidney Bechet & His Orchestra
(1934)

Shake It and Break It - Sidney Bechet & The New Orleans Feetwarmers
(1940)

Swing Parade - Sidney Bechet & The New Orleans Feetwarmers
(1941)

Jazz Me Blues - Sidney Bechet's Bluenote Jazzmen
(1945)
publicado por Olavo Lüpia às 01:19 | link do post | comentar | feedbacks (1)
Quinta-feira, 29.11.07

Palavras para Quê? (XIV)/Novidades - Pascal Comelade


O catalão Pascal Comelade tem novo disco, de nome "Mètode de Rocanrol", instrumental como de costume, com instrumentos-brinquedos como de costume, que estou a gostar de ouvir e recomendo.


Stranger In Paradigm


The Indian Of The Group


Estas duas músicas estão a ser o objecto de um concurso no site oficial do novo disco, Mètode de Rocanrol, no qual os fãs são convidados a realizar vídeos para as preditas composições, sendo depois escolhidos os melhores. Os vídeos enviados e em concurso estão colocados no referido site e também na página de Comelade no MySpace.
publicado por Olavo Lüpia às 01:09 | link do post | comentar
Quarta-feira, 14.11.07

Palavras para quê? (XIII)/Motion Picture Soundtrack


Side A: Storm* - Godspeed You Black Emperor!
"Lift Your Skinny Fists Like Antennas to Heaven" (2000)



________________________________________________
* Parte 1 - Lift Yr. Skinny Fists, Like Antennas to Heaven... – 6:15;
Parte 2 - Gathering Storm/Il Pleut à Mourir [+Clatters Like Worry] – 11:10;
Parte 3 - 'Welcome to Barco AM/PM...' [L.A.X.; 5/14/00] – 1:15;
Parte 4 - Cancer Towers on Holy Road Hi-Way – 3:52

publicado por Olavo Lüpia às 14:23 | link do post | comentar
Terça-feira, 06.11.07

Palavras para quê? (XII)/Novidades - Norberto Lobo


Tive a felicidade de aparecer na FNAC de Coimbra uns minutos antes de começar o showcase de Norberto Lobo. Não conhecia, penitenciei-me pela falta e recomendo vivamente.
É guitarrista, com uma belíssima técnica de fingerpicking e excelentes noções de ritmo e harmonia, com jogos interessantíssimos entre as melodias dos baixos e as melodias-tema, fazendo uma ponte entre o folk, blues e country de John Fahey ou Leo Kottke e a própria "folk" portuguesa - do que são exemplos a recuperação de dois temas tradicionais (Cantiga da Ceifa e Ó Ribeira).
Depois, temos o nome: "Mudar de Bina", num trocadilho óbvio com o clássico intemporal de Carlos Paredes, Mudar de Vida, do qual, de resto, existe uma excelente versão no disco. O próprio álbum é dedicado pelo autor ao imortal mestre da guitarra portuguesa.
Temos então um disco de guitarra - ora afinada "em Ré aberto", ora com o bordão afinado para Ré ("Dropped-D"), ora em afinação standard - mas não só para guitarristas, de um guitarrista português mas não só para portugueses, gravado «em casa e na rua...» mas para se ouvir em qualquer lado.
A editora, a Bor Land, disponibiliza três músicas na página dedicada ao músico (músicas que se reproduzem em baixo), sendo o texto de apresentação de outro talento "da casa", Francisco Silva (Old Jerusalem).

Mudar de Bina
Festa do Fim da Folque
Laura
publicado por Olavo Lüpia às 01:34 | link do post | comentar
Terça-feira, 31.07.07

Palavras para quê? XI (reprise)

Depois de ter mostrado uma parte do lado instrumental dos Moondog Jr., os mesmos, já sob o definitivo nome de Zita Swoon e o seu primeiro lançamento: uma banda sonora para o clássico "Sunrise: A Song Of Two Humans" (1927), do realizador alemão F.W. Murnau.
Como filme belíssimo e intemporal e dos tempos anteriores ao "sonoro", "Sunrise" ou, em português, "Aurora", teve já múltiplas bandas que se propuseram a fazer a sua própria banda sonora, dos Lambchop aos Zita Swoon. Em Portugal, vi (no Teatro Académico Gil Vicente, em Coimbra) a banda sonora que a Orquestra Láudano do ex-Belle Chase Hotel, Luís Pedro Madeira - belíssima, belíssima. Refira-se que a banda sonora original do filme é de Hugo Riesenfeld.
Concentremo-nos, então, nos Zita Swoon, cuja proposta de banda sonora é parcialmente cantada - se bem que, pelo nome da rubrica, já perceberam que o lado cantado terá de ficar para mais tarde...
A primeira escolhida é a música dos créditos iniciais; The Waiting é belíssima; Trip to the City é uma excelente música que só pode dar boa disposição (e um dos meus toques de telefone), enquanto que Peasant Dance pega no tema de Trip to the City e dá-lhe a volta ao compasso e ao feel geral.

Title: a song of two humans
The Waiting
Trip to The City
Peasant Dance
Zita Swoon, "Music inspired by Sunrise, a film by F.W.Murnau - a 1996 Score" (1997)
publicado por Olavo Lüpia às 01:34 | link do post | comentar | feedbacks (2)
Terça-feira, 17.07.07

Palavras para quê? XI

Love 609 - Moondog Jr.
"Everyday I Wear A Greasy Black Feather On My Hat" (1995)
publicado por Olavo Lüpia às 03:50 | link do post | comentar

pesquisar neste blog

 

subscrever feeds

Rock Stock

Bichos Protegidos da Serra da Malcata

posts recentes

tags

Creative Commons License
Andróide Paranóide by Andróide Paranóide is licensed under a Creative Commons License.