Sexta-feira, 05.11.10

Porque hoje é Sexta...

Dreaming Of You, The Coral

"The Coral" (2002)

publicado por Olavo Lüpia às 15:49 | link do post | comentar
Segunda-feira, 30.08.10

Blue Mondays...

 

 

 

I Wish I Was The Moon - Neko Case

"Blacklisted" (2002)

publicado por Olavo Lüpia às 11:39 | link do post | comentar
Sexta-feira, 25.12.09

Porque hoje é Sexta...

Rock N' Roll Santa - Yo La Tengo
"Merry Christmas From Yo La Tengo" (2002)
publicado por Olavo Lüpia às 15:31 | link do post | comentar
Quinta-feira, 24.12.09

Blue Christmas


Listening To Otis Redding At Home During Christmas - Okkervil River
"Don't Fall In Love With Everyone You See" (2002)
publicado por Olavo Lüpia às 19:30 | link do post | comentar
Quarta-feira, 23.09.09

23.09.1949 - 23.09.2009

Esta noite, o velhinho & a sua família alargada devem fazer uma festa com a alegria rock n' roll das duas que em baixo se deixa.


Ramrod, Bruce Springsteen & The E Street Band
(Barcelona, 2002)


Detroit Medley*, Bruce Springsteen & The E Street Band
(Landover, Maryland, 1980)

publicado por Olavo Lüpia às 12:51 | link do post | comentar
Quarta-feira, 15.04.09

This Week In God - O curioso caso de Edward Mordrake

Diz-se que Edward Mordrake nasceu com uma particularidade estranha: na parte de trás da cabeça tinha outra face, de uma mulher (a sua 'devil twin', segundo o próprio). O pessoal ligado a essa crendice popular a que vulgarmente chamamos 'medicina ocidental' parece apodar estes fenómenos como Parásitos Craniópagos. Mas - quer dizer...- o que é que eles sabem?! O folclore de fonemas anglo-saxónicos chama-lhes "freaks", que não só é muito mais fácil de dizer como é perceptível à primeira, logo, preferível.
Reza a hitória que, apesar das insistências do pobre Edward - que se queixava que a sua gémea parasita lhe dizia coisas horríveis durante a noite -, não havia cirurgião daqueles dias (algures no séc. XIX) que arriscasse tal operação, por considerar certa a morte do paciente. Em desespero, Edward suicidou-se aos 23 anos - o folclore diz ainda que Edward pediu, na sua mensagem final, que a sua cabeça fosse esmagada, não fosse o caso de a rapariga querer continuar a falar com ele no além.
Tom Waits retratou Edward na sua peça "Alice" (cujas canções foram registadas no disco homónimo de 2002).
Deixa-se aqui a 'demo' inicial de Poor Edward, ainda, ao que parece, com o nome provisório Chained Together For Life, incluída na bootleg "Alice - The Original Demos" (gravações de 1999) - compilação disponível aqui.

Chained Together For Life ('demo' de Poor Edward) - Tom Waits
(1999)

Fica também a versão oficial do disco de 2002, acompanhada por um vídeo 'stop-motion' realizado por um tal de Lucas Kulterer, colocado no You Tube.


Poor Edward, Tom Waits
"Alice" (2002)
publicado por Olavo Lüpia às 02:07 | link do post | comentar
Terça-feira, 25.11.08

Assustadoramente belo

Este é o melhor vídeo envolvendo um microfone alojado numa máscara de oxigénio que vão ver em toda a semana - e consubstancia, mais ou menos, o equivalente musical à expressão «Até borras-te!...».


God Hates A Coward, Tomahawk
(2002)

O vídeo foi visto há uns tempos atrás n'O Homem Que Sabia Demasiado.
publicado por Olavo Lüpia às 01:09 | link do post | comentar | feedbacks (1)
Quarta-feira, 01.10.08

Da inspiração - River Man & Round The Bend

Partimos de Beck e de "Sea Change", mais uma vez, até chegarmos ao monumento intemporal "Five Leaves Left"de Nick Drake. Desta vez, uma espécie de revisitação ao fabuloso River Man, com o nome Round The Bend.


River Man, Nick Drake
"Five Leaves Left" (1969)

Round The Bend, Beck
"Sea Change" (2002)
publicado por Olavo Lüpia às 07:00 | link do post | comentar

Sob o efeito de hipnóticos


O Beck é um tipo engenhoso. Pegar em três das características mais notórias do som disco (os contratempos da bateria, o baixo 'pululante' e os arranjos quase-barrocos das cordas), colocá-las num 'anti-natural' regime downtempo e fazer com que as peças do puzzle se unam na perfeição, é de génio.


Paper Tiger, Beck
"Sea Change" (2002)
publicado por Olavo Lüpia às 01:00 | link do post | comentar | feedbacks (1)
Sexta-feira, 29.08.08

Porque hoje é Sexta.../Does Humour Belong In Music? (XXV)


Take Me To Broadway, Gonzales
"Presidential Suite" (2002)
publicado por Olavo Lüpia às 07:00 | link do post | comentar
Segunda-feira, 17.03.08

Blue Mondays...


The Golden Age
Guess I'm Doing Fine
Lonesome Tears
Beck, "Sea Change" (2002)
publicado por Olavo Lüpia às 00:50 | link do post | comentar | feedbacks (1)
Quinta-feira, 06.03.08

(Raro) Momento de Erudição


Max Bruch foi um compositor romântico alemão que, entre outras obras, compôs três concertos para violino (o primeiro é o mais célebre, ao que parece). O primeiro para violino de Bruch é inspirado no trabalho que Mendelssohn Bartholdy (Mendelssohn, para os amigos) havia feito para o seu concerto n.º 1 para violino, dois concertos que fazem parte do repertório de qualquer violinista que se preze. É corriqueiro, até, que os dois concertos sejam tocados no mesmo espectáculo.
O "Concerto n.º 1 para Violino em Sol menor, Op. 26" de Bruch foi acabado de compor nos inícios de 1866, sendo a sua primeira performance conduzida pelo próprio compositor, em 24.04 daquele ano.
Esta obra é de uma beleza extraordinária, acessível e altamente recomendável, e não foge às regras básicas dos concertos clássicos: 3 andamentos, em que o inicial é rápido, o do meio mais lento, acelerando outra vez no andamento final.
Fique-se com a performance da coisa por Maxim Vengerov - circa 1993 - com a Leipzig Gewandhaus Orchestra, conduzida por Kurt Masur (em ficheiros áudio).

1.º Andamento - Vorspiel: Allegro Moderato
2.º Andamento - Andante
3.º Andamento - Finale: Allegro Energico

Em vídeo, podem também observar a versão de 2002 de Gil Shaham com a Orquestra Filarmónica de Israel (mais fraquita que a de cima, acho), conduzida por Dan Ettinger.



[Para ler/ouvir/ver coisas destas, mas por quem sabe, é favor carregar aqui.]
publicado por Olavo Lüpia às 11:03 | link do post | comentar | feedbacks (1)
Segunda-feira, 19.11.07

Blue Mondays.../Assustadoramente Belo

Hurt - Nine Inch Nails
"The Downward Spiral" (1994)


Hurt, Johnny Cash
"American IV: The Man Comes Around" (2002)
publicado por Olavo Lüpia às 00:57 | link do post | comentar | feedbacks (1)
Quinta-feira, 27.09.07

"Heima"

É o título para o primeiro filme dos Sigur Rós, adianta a editora Beggars Group. Trata-se de um documentário - ou, se preferirem, rockumentário - rodado no Verão de 2006, no decorrer de uma digressão pela ilha caseira. "Heima", em islandês, quer mesmo dizer qualquer coisa parecida com "em casa".
O filme é realizado por Dean Deblois [nomeado para um Óscar pela realização de "Lilo & Stitch" (2002)] e a sua edição, em DVD, está prevista para 6 de Novembro. Coincidente com a saída do filme, será também lançado um duplo disco, com o nome "Hvarf/Heim".
O teaser, lançado durante o dia de ontem no You Tube, confirma o já costumeiro cuidado e extrema qualidade dos Sigur Rós em tudo o que por eles é lançado. A começar, desde logo, pela fotografia.


"Heima (Trailer)" - 2007
Realização: Dean Deblois


#4 (a.k.a. Njósnavélin) - Sigur Rós
"( )" (2002)

publicado por Olavo Lüpia às 00:11 | link do post | comentar | feedbacks (1)
Quinta-feira, 26.07.07

5 years

(Ainda que este tasco - como já repararam - não seja muito dado a notas pessoais, até porque o dono do tasco é, por natureza, o ser que ouve os desabafos dos seus frequentadores, enquanto lhes enche de tinto a malga...)

O meu amigo co-Minimalista de Schindler, Diego Armando Maradona Maria II, enviou-me um vídeo dos Radiohead a tocarem a música There There no programa "Later with Jools Holland". Ora, isto trouxe-me à memória - coincidência das coincidências - que em 26 de Julho de 2002 fui ver a banda ao Coliseu do Porto (aventura na qual, entre outras pessoas, o Diego me acompanhou), num concerto absolutamente fabuloso.
Concerto esse que começou - coincidência das coincidências - precisamente com a música There There.


There There, Radiohead
"Hail to The Thief" (2003)
Ao vivo no "Later with Jools Holland"

(Lembro-me que havia, aqui há uns tempos, um vídeo de There There do concerto de 26.07.2002, mas foi entretanto retirado)

No dia seguinte, 27.07, os Radiohead voltaram ao palco do Coliseu, tendo tocado, entre outras, esta versão provisória do tema I Will (nota: a qualidade da imagem e do som não é a melhor).

I Will, Radiohead
"Hail To The Thief" (2003)
Ao vivo no Coliseu do Porto, 27.07.2002

publicado por Olavo Lüpia às 17:10 | link do post | comentar | feedbacks (4)
Terça-feira, 29.05.07

...

("Everybody Here Wants You", excelente documentário da BBC, emitido em Maio de 2002)

(link alternativo)

Wave Goodbye - Chris Cornell
"Euphoria Morning" (1999)
Just Like Anyone - Aimee Mann
"Bachelor No 2" (2000)

(Ten Years Gone - Led Zeppelin
"Physical Graffiti", 1975)
publicado por Olavo Lüpia às 00:17 | link do post | comentar | feedbacks (2)
Quinta-feira, 26.04.07

Assustadoramente belo/Sob o efeito de hipnóticos

Song To The Siren é considerada uma das melhores canções de sempre. Justamente.
Não só a música é lindíssima e hipnótica como o canto da sua musa, como a letra é excelente.
Escrita a meias por Tim Buckley e Larry Beckett (companheiro de Tim na banda The Bohemians, no início dos anos 60).
A primeira aparição pública da canção surge em Março de 1968, no programa televisivo da banda The Monkees, apenas com a guitarra de 12 cordas a acompanhar a impressionante voz de Buckley.


A música é editada por Tim Buckley apenas em 1970, como parte do excelente "Starsailor".

Song To The Siren, "Starsailor" (1970)


14 anos depois, os This Mortal Coil gravam a música, mudando-lhe um pouco a letra. A hipnose é quase completa, até atendendo à forma como Elizabeth Fraser canta.
Esta é a versão mais conhecida da música. O realizador David Lynch apaixonou-se completamente por esta versão, tendo querido introduzi-la no filme "Veludo Azul" (Blue Velvet, 1986), mas não conseguiu os direitos da música. Conseguirá, mais tarde, incluí-la no filme "Estrada Perdida" (Lost Highway, 1997), mas não lhe é permitida a sua inclusão no disco da banda sonora. Conhecida também a inclusão de um excerto da música num anúncio televisivo ao perfume "Noah".

Song To The Siren, This Mortal Coil
"It'll End In Tears" (1984)


Muita outra gente fez versões desta canção. A título de exemplo, e por deferência com o peso musical da personagem, aqui fica a versão do ex-Led Zepp, Robert Plant.

Song To The Siren, Robert Plant
"Dreamland" (2002)
publicado por Olavo Lüpia às 01:20 | link do post | comentar | feedbacks (3)
Quarta-feira, 07.03.07

Às vezes parece mesmo...


God's Away On Business, Tom Waits
"Blood Money" (2002)

Realizador: Jesse Dylan

(Gravado no Ambassador Hotel de Los Angeles, local onde Robert Kennedy, irmão do Presidente de mesmo apelido, foi assassinado, e que foi demolido em 2006)
publicado por Olavo Lüpia às 01:17 | link do post | comentar
Domingo, 05.11.06

Assustadoramente belo

Poor Edward - Tom Waits
"Alice" (2002)

"Did you hear the news about Edward?
On the back of his head he had another face
Was it a woman's face or a young girl?
They said to remove it would kill him
So poor Edward was doomed

The face could laugh and cry
It was his devil twin
And at night she spoke to him
Things heard only in hell
But they were impossible to separate
Chained together for life

Finally the bell tolled his doom
He took a suite of rooms
And hung himself and her from the balcony irons
Some still believe he was freed from her
But I knew her too well
I say she drove him to suicide
And took poor Edward to hell"

Tom Waits & Kathleen Brennan
publicado por Olavo Lüpia às 22:32 | link do post | comentar | feedbacks (1)
Quinta-feira, 26.10.06

Vídeos do outro mundo

Um verdadeiro soco no estômago:

Untitled #1 (a.k.a. Vaka), Sigur Rós
"( )", 2002
Realizador: Floria Sigismondi (Revolver Films)
publicado por Olavo Lüpia às 17:53 | link do post | comentar | feedbacks (1)

pesquisar neste blog

 

subscrever feeds

Rock Stock

Bichos Protegidos da Serra da Malcata

posts recentes

tags

Creative Commons License
Andróide Paranóide by Andróide Paranóide is licensed under a Creative Commons License.