Segunda-feira, 24.01.11

Blue Mondays...

The Killing Moon, Echo & The Bunnymen

"Ocean Rain" (1984)

publicado por Olavo Lüpia às 21:55 | link do post | comentar
Segunda-feira, 06.07.09

Blue Mondays...

[Logo depois de 4th of July...]



Bad, U2
"The Unforgettable Fire" (1984)
publicado por Olavo Lüpia às 07:00 | link do post | comentar
Sexta-feira, 10.04.09

Porque hoje é Sexta...




Jesus Walking On The Water, Violent Femmes
"Hallowed Ground" (1984)
publicado por Olavo Lüpia às 07:00 | link do post | comentar | feedbacks (1)
Segunda-feira, 02.02.09

Blue Mondays.../Penso Rápido


Please, Please, Please, Let Me Get What I Want - The Smiths
lado-b do single "William, It Was Really Nothing" (1984)
publicado por Olavo Lüpia às 07:00 | link do post | comentar
Quinta-feira, 18.12.08

O fascínio pelo assassino # 6 - Country Death Song


O ainda adolescente impressionável Gordon Gano (na sua versão 10.º ano de escolaridade) escreveu uma canção tendo por base uma notícia de 1862 sobre um homem que empurrou a filha para um poço, causando-lhe a morte, ao que se seguiu uma pequena viagem até ao seu celeiro para uma curta e definitiva querela entre a sua traqueia (a do homem, não a do querido cliente deste tasco que está a ler isto) e um nó de uma corda suspensa. A canção abre o segundo disco dos Violent Femmes, "Hallowed Ground".

Country Death Song - Violent Femmes
"Hallowed Ground" (1984)
publicado por Olavo Lüpia às 07:00 | link do post | comentar | feedbacks (1)
Quinta-feira, 04.12.08

Decomposing Composers #9/You Can't Do That On Stage Anymore


Whippin' Post (*) (**), Frank Zappa [21.12.1940-04.12.1993]
Performance ao vivo no The Pier, NY, 26.08.1984

____________________________
(*) versão do original dos Allman Brothers, incluída no seu disco de estreia, homónimo, de 1969.
(**) Em adenda: imperdoável seria não mencionar que, no vídeo acima, a voz e teclados foram-lhe ofertados por Bobby Martin...
publicado por Olavo Lüpia às 18:07 | link do post | comentar | feedbacks (3)
Terça-feira, 23.09.08

23.09.1949...


No dia de aniversário de Springsteen, pegamos num clássico do homem e vemo-lo a tomar as mais variadas formas, entre o country e o bluegrass, o folk, a dança ou o pop mais indie. Nem todas as versões são grande coisa, mas todas ajudam a compreender melhor que uma boa canção é sempre uma boa canção.

I'm On Fire - Bruce Springsteen & The E-Street Band
"Born In The USA" (1984)

I'm On Fire - Tori Amos
"VH1 Crossroads (compilação)" (1996)
I'm On Fire - Big Country
"Eclectic" (1996)
I'm On Fire - Johnny Cash
"Badlands (compilação)" (2000)
I'm On Fire - Electrelane
"Singles, B-Sides & Live" (2006)
I'm On Fire - AA Bondy
"American Hearts (EP)" (2007)
I'm On Fire - The Blankket
"Be Your Own Boss" (2007)
I'm On Fire - Bat For Lashes (com Faith Salie)
gravação ao vivo para a rádio PRI, 2007
I'm On Fire - Chromatics
"Studio Sketches" (2007)
publicado por Olavo Lüpia às 22:00 | link do post | comentar | feedbacks (2)
Quinta-feira, 26.04.07

Assustadoramente belo/Sob o efeito de hipnóticos

Song To The Siren é considerada uma das melhores canções de sempre. Justamente.
Não só a música é lindíssima e hipnótica como o canto da sua musa, como a letra é excelente.
Escrita a meias por Tim Buckley e Larry Beckett (companheiro de Tim na banda The Bohemians, no início dos anos 60).
A primeira aparição pública da canção surge em Março de 1968, no programa televisivo da banda The Monkees, apenas com a guitarra de 12 cordas a acompanhar a impressionante voz de Buckley.


A música é editada por Tim Buckley apenas em 1970, como parte do excelente "Starsailor".

Song To The Siren, "Starsailor" (1970)


14 anos depois, os This Mortal Coil gravam a música, mudando-lhe um pouco a letra. A hipnose é quase completa, até atendendo à forma como Elizabeth Fraser canta.
Esta é a versão mais conhecida da música. O realizador David Lynch apaixonou-se completamente por esta versão, tendo querido introduzi-la no filme "Veludo Azul" (Blue Velvet, 1986), mas não conseguiu os direitos da música. Conseguirá, mais tarde, incluí-la no filme "Estrada Perdida" (Lost Highway, 1997), mas não lhe é permitida a sua inclusão no disco da banda sonora. Conhecida também a inclusão de um excerto da música num anúncio televisivo ao perfume "Noah".

Song To The Siren, This Mortal Coil
"It'll End In Tears" (1984)


Muita outra gente fez versões desta canção. A título de exemplo, e por deferência com o peso musical da personagem, aqui fica a versão do ex-Led Zepp, Robert Plant.

Song To The Siren, Robert Plant
"Dreamland" (2002)
publicado por Olavo Lüpia às 01:20 | link do post | comentar | feedbacks (3)

pesquisar neste blog

 

subscrever feeds

Rock Stock

Bichos Protegidos da Serra da Malcata

posts recentes

tags

Creative Commons License
Andróide Paranóide by Andróide Paranóide is licensed under a Creative Commons License.