Does Humour Belong In Music? (X)

aqui havia dito que, muitas vezes, o humor aparece de forma não intencional, não deixando, por isso, de ser hilariante. Pode-se gargalhar com o que é risível, ainda que não seja o tipo de humor mais digno. É um bocado como aquela lição de moral aprendida quando éramos petizes: "ri-te com as pessoas e não te rias das pessoas". Por norma, quanto mais desgraçado mais vontade dá de gargalhar...
E, meu deus, como é possível não rir com esta pérola?!!
A verdade é que a música em questão torna-se mais hilariante à medida que o "quadro" horrível é pincelado (reparem que o que já era negro, torna-se, a cada frase e através de uma hábil técnica de escrita, surpreendentemente, mais escuro ainda).

Vem Devagar Emigrante - Graciano Saga

Eu sei. Eu sou uma pessoa muito doente.
publicado por Olavo Lüpia às 17:29 | link do post | comentar