«Castanholas nos pés»...

Ao que parece, Jimi Hendrix chegou a dizer a Robert Plant, vocalista dos Led Zeppelin, que gostava muito do baterista deles porque «parecia que tinha castanholas nos pés» - e Hendrix nem se podia queixar, porque tinha na sua Experience outra lenda da bateria: Mitch Mitchell.
O visado era John 'Bonzo' Bonham, um dos melhores bateristas rock de sempre.
Hendrix estaria, muito provavelmente, com esta canção em mente:
Good Times Bad Times - "Led Zeppelin" (1969)

Mas não era só pelos pés que a coisa ficava indescritível. Outro exemplo da técnica e imaginação de Bonzo é, sem dúvida, esta música:
Fool In The Rain - Led Zeppelin, "In Through The Out Door" (1979)

Seria impossível fazer uma lista de todos os fabulosos contributos que Bonham deixou ao rock e à bateria mas destaque-se, desde logo, Moby Dick e Kashmir (na qual todos os instrumentos tocam o tema no compasso 3/4 enquanto Bonham se mantém em 4/4... e tudo bate certo!).
Bonham acabaria por morrer em 24.09.1980, asfixiado pelo próprio vómito. O homem era muito amigo da sua pinga, tendo morrido após tomar a sábia decisão de ir dormir um bocadito... depois de "rebentar" com 30 e alguns shots de vodka em poucas horas. Ou seja, ironicamente, Bonzo acaba por plagiar a trágica "proeza" de Hendrix, de 18.09.1970 - se bem que a asfixia deste se crê ter origem em drogas.

Para finalizar, e só mesmo para bateristas e fãs do instrumento, uma versão live de Moby Dick, com quase 20 minutos:
Moby Dick, do triplo ao vivo "How The West Was Won" (2003).

Quem ainda tiver coragem, fica aqui com o link para o site Drummer World - que acho que faz as delícias de todos os amantes da bateria.
publicado por Olavo Lüpia às 19:52 | link do post | comentar