Decomposing Composers*

São já muitos os músicos de que gosto que, por vicissitudes do tempo, homicídios, suicídios e outras mortes patetas já não estão, neste momento, no mundo dos vivos.
Jimi Hendrix, Nick Drake, Jeff Buckley, John Lennon e George Harrison, Carlos Paredes, Nina Simone, Billie Holiday and so on and so forth... a lista é interminável.
A estes junta-se o nome de Elliott Smith. Tinha 34 anos em 21.10.2003 quando encurtou a sua vida, deixando para trás 5 belos discos de originais (e um em laboração, que acaba por sair em 2004).
Influências claras dos Beatles, Nick Drake e Bob Dylan marcaram o som de Elliott Smith.
Fiquem com umas canções do moço.

Needle In The Hay, "Elliot Smith" (1995)

Speed Trials (ao vivo),
Alameda (ao vivo), ambas de "Either/Or" (1997)

Miss Misery (vídeo), "Good Will Hunting (O Bom Rebelde) OST"

Waltz #2 (ao vivo), Xo (1998)

Can't Make a Sound (ao vivo), "Figure 8" (2000)


Son of Sam, "Figure 8"

* título roubado a uma canção dos Monty Python.
publicado por Olavo Lüpia às 01:54 | link do post | comentar