Zappa In Regalia

Fez ontem 14 anos que o inetiquetável génio de Frank Zappa cessou de produzir ainda que esteja muito longe de se apagar. Por aqui faz-se uma pequeníssima parte.
Primeiramente, através de uma peça que sintetiza muito do que Zappa era: frases musicais que não passam pela cabeça de ninguém, arranjos extravagantes e a sensação de que está tudo fora da ordem normal... mas que só assim pode soar bem. E que bem que soa! Peaches en Regalia, numa versão ao vivo, que me parece ser dos anos 70, em vídeo - com o baterista Terry Bozzio em absoluto transe -, e o original de "Hot Rats" (1969), em áudio.


Peaches en Regalia (ao vivo), Frank Zappa

Peaches en Regalia - Frank Zappa
"Hot Rats" (1969)

Depois, uma música onde as características de cima se aplicam, acrescendo aquela tendência que Frank Zappa tinha para quebrar todas as regras musicais, como por exemplo, pôr um coro a cantar frases musicais rapidíssimas. Ninguém se imaginaria (pelo menos, seriamente) a fazer a maldade de colocar outrém a reverberar tal coisa com a voz...
É um dos maiores clássicos de Frank Zappa, que parte de uma premissa simples e lógica: uma mudança para o Montana para plantar uma cultura de fio dental e a consequente firme resolução de se tornar um "magnata do fio dental". Quem achar que não conhece Montana, que ouça e pense duas vezes se não há por ali uns riffs e melodias que já ouviu noutro local qualquer:


Montana, Frank Zappa
"Over-nite Sensation" (1973)

Caso para dizer, e citando o homem, «you can't do that on stage anymore»...
publicado por Olavo Lüpia às 01:57 | link do post | comentar